quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Dia 1 - 1077km - Erechim-BR a Parana-ARG

Finalmente o dia chegou, hora de partir... difícil acalmar os ânimos nessa hora, os medos de sempre estão a nossa volta: Será que trouxe tudo? A moto vai aguentar? Ninguem vai passar mal? O dinheiro vai dar? etc... O único remédio para isso é pegar a estrada! O grupo que se encontrou em Carazinho/RS, posto do avião às 7hs, O Jociel chegou de Erechim e o Miguel de Chapecó/SC. Motos abastecidas e a foto obrigatória da saída. PARTIMOS.

A manhã fluiu bem, boa temperatura, sem trânsito... Pouco depois do meio dia já estávamos em Uruguaiana/RS, sendo que nos últimos 150-200km o calor já ficou insuportável. Sem filas na aduana, o processo foi rápido, cerca de 30min estavamos "listos". O policial argentino solicitou os documentos e pediu que fosse mostrada a CARTA VERDE, que já haviamos feito antes de sair de casa (sai mais caro mas isso poupa um bom tempo e incomodação depois).

Nem bem paramos no posto 50m adiante, um cambista já nos atacou oferecendo pesos. Importante nesse momento que vive a Argentina, aproveitar o mercado "paralelo", onde o peso custa quase metade que o oficial. Levamos dolares e reais para fazer os câmbios pelo caminho. Cada um trocou cerca de U$ 500, sendo que a cotação foi de 1U$ = 9 pesos. 1R$ era trocado por 3,33 pesos. Boa troca.

Não almoçamos, era feriado e tudo estava fechado, seguimos viagem. Nos atrapalhamos um pouco no trevo, mas seguimos certo pela RN14. Depois de um trevo novo que estão construindo, se pega a RN127, caso contrário iriamos para Buenos Aires. Havia um posto novo no trevo, mas teriamos que fazer o retorno, seguimos em frente... Passados 100km sem uma árvore, muito calor e nenhuma cidade paramos em um vilarejo, que se resumia a um posto de gasolina sem gasolina e uma estação rodoviária fechada.

Ainda faltava um bom trecho até Federal, encontramos por sorte um Mercado/Oficina/Posto de fundo de quintal e colocamos uns litros para garantir a chegada até Federal e completar o tanque. Nisso a Harley do Márcio enroscou um chicote na roda traseira, fazendo com que ele ficasse sem a luz de freio e piscas. Aproveitamos a parada para consertar tudo, comer uma coisa e repor os líquidos.

Seguimos, com um calor próximo dos 40°C, essa parte da Argentina sempre é terrível. Fomos presentados com uma parada da famosa Policia de Entre Rios, mas dessa vez, só conferiram os documentos (tudo certo) e nos mandaram seguir. Chegamos em Paraná/ARG por volta das 19hs, horário da Argentina (lá não tem horário de verão), ficando no Buena Vista Hostel, mais detalhes AQUI. A noite se resumiu a uma tábua de carnes e frios a beira do Rio Paraná e Quilmes. 


Resumo do dia: 1077Km
Média Consumo: 17,9 Km/L
Média Gasolina Brasil: R$3,10
Média Gasolina Argentina: R$2,80


Saída do grupo: 7h em Carazinho/RS
Parada para almoço, abastecimento e mecânico, tudo no mesmo lugar
Gauchito Gil
Media luna no posto
Tradicional parada na policia de Entre-Rios, dessa vez sem propina
Chegada no Hostel em Parana-ARG

2 comentários:

  1. Mto bom, espero que os próximos dias estejam tao bem detalhados assim, bora ler tudo.....ficaria legal e ajudaria mto tbm se tivesse o valor gasto com hospedagem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado pela visita e pelo comentário... nos links das hospedagens, a maioria coloquei o valor, essa do primeiro dia ficou uns 30 reais por pessoa, abraço

      Excluir